Federico Baudelaire - Viagens IN Sanas pelo paraíso das Metrópolis


11/02/2006


o que que ocê quer
no seu orkut
o que que ocê quer?
a kátia horn
na unidos
do botão
ou a fantasia
do federico
boudeler?

http://federicobaudelaire.zip.net
http://fulinaimagomes.zip.net
http://arturgumes.zip.net

Escrito por Federico Baudelaire às 21h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

 

ontem recebi a visita do Hélio Leites e Kátia Horn que me trouxeram um delicioso kibe com tabule e entre um gole e outro de vinho e back finalmente foi composto o samba/enredo para o desfile da ex-cola Unidos do Botão na Boca Maldita dia 18 as 11. mas antes a Kátia deu um show com as Ilíadas em grego e alemão mas a Soninha não veio e só falta uma semana e ela ainda não apareceu é palha assada é palha assada é palha assada. Kàtia vestida de Federika num modelito de papel de bala especialmente confeccionado para ela por Efigênia vai quebrar o palhassópolis na avenida

Escrito por Federico Baudelaire às 14h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

09/02/2006


você quer me conhecer
inteiro
eu sempre quiz
te fazer feliz

mas me esqueci
que sou ator
e você
não é atriz

http://federicobaudelaire.zip.net

Escrito por Federico Baudelaire às 19h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

kauim
kauim
kauim
kauim
 
em caicó
flor de cactos
é alecrim
 
e chico césar
canta a moça triste
do benim
 
lá no sertão
macaxeira
é aipim
 
e sexta feira
federico
é serafim
 
só por saber
que fedra margarida
nada sabia de mim
 
federicobaudelaire
viagens insanas
 

Escrito por Federico Baudelaire às 09h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

08/02/2006


Escrito por Federico Baudelaire às 19h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por Federico Baudelaire às 19h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por Federico Baudelaire às 19h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

Manhã de Fevereiro
 
que boca vermelha
de baton é esta?
se não beijaste
a minha boca
e chão de giz
é uma canção
do zé ramalho
o rei de espada
é uma carta
do baralho
e eu não vou
ficar aqui
com este gosto
de carnaval passado
em minha boca
 
federicobaudelaire
viagens insanas

Escrito por Federico Baudelaire às 18h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

07/02/2006


Os Poemas
 
os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem.
e olhas então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhoso espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...
 
Mário Quintana
1906 - 2006
 
 
 
 
 

Escrito por Federico Baudelaire às 09h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

06/02/2006


Escrito por Federico Baudelaire às 16h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por Federico Baudelaire às 16h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
final de contas
quantas contas
tem no seu colar
eu contei sessenta
e tantas
mas pode ser
que essas contas
me remeta
a outras tantas
que eu não sei contar
 
fededicobaudelaire
viagens insanas
lance de dados - re/cortes
artur rimbaud - traficante de escravas brancas
 

Escrito por Federico Baudelaire às 16h05
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: