Federico Baudelaire - Viagens IN Sanas pelo paraíso das Metrópolis


29/08/2006


Ao Carlos

 

As pedras no caminho.

Elas nunca se movem

E, no entanto,

estão sempre lá.

 

naiman

Escrito por Federico Baudelaire às 21h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

chris - paixão

Escrito por Federico Baudelaire às 12h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

Cerejas, meu amor,
mas no teu corpo.
Que elas te percorram
por redondas.

E rolem para onde
possa eu buscá-las
lá onde a vida começa
e onde acaba

e onde todas as fomes
se concentram
no vermelho da carne
das cerejas...

Renata Pallottini

 

Escrito por Federico Baudelaire às 12h33
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: